Vacinas

Haemophilus (HIB)


Manifestações Clínicas


O Haemophilus influenzae causa otite média, sinusite, epiglotite, artrite séptica, bacteremia oculta, celulite, meningite, pneumonia e empiema. Outras infecções por H. influenzae incluem pericardite purulenta, endocardite, conjutivite, endoftalmite, osteomielite, peritonite, epididimorquite, glossite, uvulite e tromboflebite séptica. Ocasionalmente cepas não-encapsuladas causam sepse neonatal, pneumonia e meningite.


Etiologia


O Haemophilus influenzae é um cocobacilo Gram-negativo pleomórfico. Isolados são classificados e seis tipos distintos de antígenos capsulares (de a até f) e em cepas não-encapsuladas e não-tipáveis. A maioria dos casos de doença invasivas em crianças, antes da introdução da vacina conjugada de H. influenzae tipo b (Hib), eram causados pelo tipo b. O tipo f é o outro mais comum sorotipo causador de infecção invasiva. Cepas não-capsuladas causam infecção do trato respiratório superior, incluindo otite média, sinusite, traqueíte e bronquite; podem ainda causar pneumonia.


Epidemiologia


A fonte do organismo é o trato respiratório superior. O modo de transmissão presumível é de pessoa a pessoa, por contato direto ou inalação de gotículas de secreção respiratória contendo o organismo , ou, no neonato, por aspiração de líquido amniótico ou secreção do trato genital contendo o organismo. Colonização assintomática por cepas de Haemophilus influenzae é comum; cepas não-encapsuladas são recuperadas de garganta de 60% a 90% das crianças.


Colonização por tipo b é incomum, variando de 2% a 5% das crianças na era pré-vacina; o uso em larga escala da vacina conjugada de Hib diminuiu ainda mais essas taxas. O período exato de transmissibilidade não é conhecido.


Antes da introdução de vacinas efetivas, o Hib era a principal causa de meningite bacteriana em crianças dos EUA. Meningite e outras infecções invasivas eram mais comuns em crianças entre três meses e três anos de idade.


Diferentemente da maioria das outras doenças invasivas por Hib, a epiglotite é rara em crianças com menos de 12 meses de idade. Na era pré-vacina, o pico de incidência de epiglotite pode ocorrer em crianças mais velhas e em adultos não-imunizados.


Fale Conosco

Rua Niels Nielsen, 60 - Americana - SP

E-mail: contato@ciamevacinas.com.br

© 2017 CIAME CLÍNICA DE VACINAÇÃO  |   Design: CBi Arte